quarta-feira, 31 de maio de 2017

vácuo

prendeu o fôlego 
para não prender o tato 
para absorver o impacto 
do projétil 
que atravessou seu peito
no lado direito 
onde definitivamente 
não há coração

quinta-feira, 25 de maio de 2017

microclima

previsão de chuva 
no céu da boca 
a umidade no jardim 
de suas coxas
atingiu o pico 
de duas montanhas
arrepiando a vegetação 
da mata tântrica 
revirando a cama 
para a semeadura

quarta-feira, 17 de maio de 2017

quarta-feira, 3 de maio de 2017

romance

num recorte de memória 
pendurado no meu peito

corre um rio de dor e lágrimas 

um rascunho de mil páginas 
sobre um amor rarefeito 

terça-feira, 2 de maio de 2017

manifesto

ofereceu um tijolo ao vidro
dedicou à parede um grito
percebeu que não estava perdido
quando foi arrastado prum camburão

espancado com as mãos amarradas
processado pelas forças armadas
condenado pelas santas beatas
que não sabem o que é revolução

"esses vândalos"