quinta-feira, 21 de junho de 2012

O poeta

Arte: Jairo Tx 

Não tenho cara
Como esses caras por aí
Envergonhando a nossa raça

Não tenho fala
Pois aprendi que quem cala
Ouve mais e aprende

Não uso armas
Na minha luta diária
Empunho sonhos e palavras

Não tenho amarras
Eu cultuo o desapego
Como fonte de inspiração

Não tenho nada
Que eu não queira
Eu posso tudo a minha maneira

Eu sou poeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário